O que é Bolsa de Valores?

O que é bolsa de valores?


COMO FUNCIONA A BOLSA DE VALORES?

Você com certeza já ouviu falar em bolsa de valores, mas você sabe como ela funciona?

A bolsa tem se tornado cada vez mais popular nos últimos anos, se a gente puder fazer uma analogia sobre como funciona a bolsa, pense em uma feira onde os produtores expõem os seus produtos para quem quiser comprar.

A bolsa funciona de forma semelhante, ela é o ponto de encontro entre quem quer vender e quem quer comprar produtos financeiros!

Ou seja, ela foi criada para organizar essas negociações que são muitas e acontecem em questão de segundos por causa da tecnologia da plataforma da bolsa.

ATIVOS NEGOCIADOS 

O ativo mais popular negociado na bolsa é a AÇÃO, que representa uma pequena parte de uma empresa.

Ou seja, ao comprar uma ação você se torna um acionista, um pequeno sócio do negócio.

Mesmo que a bolsa de valores seja muito conhecida por conta das ações a diversos outros segmentos na estrutura da bolsa de valores.

Como ativos de renda fixa, renda variável, credito imobiliário e até financiamento de veículos já que as garantias desses empréstimos tem que ser registrados em um sistemas de liquidação financeira.

A bolsa tem uma função de estabelecer regras de negociações com o objetivo de tornar o ambiente transparente e seguro para todas as partes envolvidas nessas negociações.

BOLSA DE VALORES PELO MUNDO

Existem muitas bolsa de valores no mundo, alguns países inclusive mais do que uma bolsa, como o Estados Unidos, alias é lá que fica as maiores bolsa do mundo que são a New York Stock Exchange e a NASDAQ.

Também estão entre as maiores bolsas do mundo a de xangai, Tóquio, londres e Hong Kong.

Aqui no Brasil a gente tem 1 bolsa que se chama B3, no passado ela já foi chamada de Bovespa e BM&FBOVESPA.

ÍNDICES

Quando você escuta que a bolsa caiu x % ou subiu  x % estamos falando na verdade do IBOVESPA.

O IBOVESPA é o principal índice da bolsa Brasileira, ele é composto pelas ações mais negociadas na bolsa e é exatamente por isso que ele é o principal índice da bolsa brasileira, por ter uma grande representatividade no mercado de ações brasileiro que ele se tornou um benchmark, o índice de referencia da B3.

Mas também existem outros índices na bolsa como o setoriais, tem o índice de energia, índice do mercado imobiliário e entre outros.

Também tem os índices de categorias como o de dividendos, small cap e fundos imobiliários por exemplo.

A mesma coisa acontece no exterior, existem os índices principais que são os referencias e os secundários. 

Você provavelmente já ouviu falar no índice Dow Jones ou no S&P500, os dois são benchmark da bolsa de New York pois com compilam o desempenho das maiores empresas listadas naquele mercado.

Quem também já acompanhou alguma notícia sobre bolsa, já deve ter percebido que as cotações dos índices são informadas em pontos isso em qualquer lugar do mundo.

Quando o índice de uma bolsa é criada é estabelecido uma pontuação que representa o valor dos ativos que fazem parte dele naquele momento.

E ai conforme os dias passam os preços dos ativos vão oscilando e a pontuação do índice vai subindo ou caindo se ajustando a realidade dos preços.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

O horário do pregão regular é definido por cada bolsa, no caso da B3, começa às 10H e termina às 17H sempre no horário de Brasília e somente nos dias úteis.

Talvez você não saiba o que é pregão, então irei te explicar, pregão é o período de negociação de ações e outros ativos na bolsa de valores.

Esse horário pode ser alterado temporariamente ao longo do ano por motivos especiais, por exemplo quando a horário de verão.

sempre quando isso acontecer a bolsa vai avisar todos os investidores com antecedência.

Mas as negociações na verdade começam meia hora antes do inicio do pregão regular.

Nos primeiros 15 minutos de 9:30 às 9:45 os investidor podem cancelar as ofertas feitas fora do horário de funcionamento mas que ainda não tinham sido concluídas.

Já nos 15 minutos seguintes de 9:45 às 10:00 acontece o que a gente chama de leilão de pré-abertura.

Nele os investidores podem fazer ofertas mas os negócios ainda não são concretizados e também não podem ser cancelados.

A bolsa faz uma média dos preços das ofertas para estabelecer o valor de abertura dos ativos no pregão regular, já nos últimos 5 minutos do pregão regular acontece o que chamamos de call de fechamento, ou seja das 16:55 às 17:00 no dia de horário normal os investidores participam de um leilão que determina os preços de fechamento dos ativos.

No mercado de ações somente os papeis que fazem do índices da bolsa podem ser negociados nessa fase.

Depois do fechamento ainda tem o AFTER MARKET ele começa 25 minutos depois do pregão regular e dura 35 minutos, ou seja, em um dia normal o AFTER MARKET termina as 18:00 no horário de Brasília.

Nos primeiros 5 minutos do AFTER MARKET são reservados para o cancelamento de ofertas, só podem ser canceladas ofertas feitas durante o pregão regular de negociação e que não tenham sido concretizadas ainda.

Na meia hora seguinte acontece as negociações e os investidores podem comprar ou vender ações mas com algumas restrições bastante importante.

só podem ser negociadas ações no mercado a vista que tenham sido negociadas no pregão regular no mesmo dia e que façam parte do IBOVESPA.

Além disso não podem haver oscilações de preço maiores do que 2% para cima ou para baixo em relação ao preço de fechamento dos ativos.

E ainda existe uma restrição de volume de negociação de 900 mil reais por CPF.

E depois de entender o que é a BOLSA é como ela funciona você pode está se perguntando quais são as vantagens de investir na bolsa?

VANTAGENS E RISCOS

São várias vantagens como:

  • Facilidade: Já que os investimentos em bolsa são feitos totalmente online, temos uma grande facilidade de fazer os investimentos.
  • Rentabilidade: Com as ações você pode ter ganhos muito expressivos em tempo muito menor em relação a investimento em renda fixa  por exemplo.
  • Acessibilidade: Ao contrario do que muita gente pensa, é possível investir na bolsa de valores com pouco dinheiro.
  • Ser sócio das empresas: Geralmente chama atenção de muita pessoas, porque elas gostam de saber que elas podem ser donas de pelo menos uma pequena parte de companhias que elas gostam ou que elas acreditas.
  • Proventos: São parte dos lucros das companhias que é repassado aos acionistas 
Agora a desvantagem: 

  • Risco: Mercado muito volátil, do mesmo jeito que você pode ter lucros expressivos, também pode ter uma perda grande, caso os preços das ações caem.
Por isso é muito importante que você conheça muito bem o funcionamento do mercado e que saiba o seu perfil de risco.

COMO FAÇO PARA INVESTIR?

Você só pode investir na bolsa através de uma corretora de valores, mas o processo é muito fácil.

Você escolhe a corretora, da uma olhada no site do banco central e veja se ela tem autorização para funcionar, procura na internet referencias de clientes que usaram a corretora e também veja as taxas que ela cobra.

Essa taxas só serão cobradas quando você fizer uma compra ou venda de alguma ação por exemplo.

Nenhum valor será cobrado só pelo fato de você ter a conta na corretora, a abertura é feita de forma online e com o envio de informação pessoais e documentos e a conta é aberta em poucos minutos.

Depois disso e só fazer uma TED, uma transferência bancaria para sua conta na corretora e começar a investir. 

Se você gostou desse artigo, compartilhe com os seus amigos, porque dessa forma você estará ajudando a invista em você a compartilhar cada vez mais conteúdos como esse.